2 de set de 2011

Saudades

Hoje tomo um golinho de saudades. Acordo na urgência de rever entes queridos que já se foram. Doce despedida. Lembro-me bebê, criança, adolescente tocando e sendo tocada por outros seres. Como somos marcados! Lembranças felizes e , outras, dolorosas. Minha jornada, meus caminhos e descaminhos; sempre alguém comigo e me espreitando ou se afastando até eu não mais poder ver. Morte também são os rumos diferentes que cada um segue. Morte sou eu que me esforço em me ver em tempos antigos. Quantas vezes renasci? Se estou no devir, perco a essência e me transformo em história. Na verdade, tenho medo de ser esquecida.
Marisa Speranza

14 comentários:

AquilesMarchel disse...

todos nós queremos ser lembrados
receber cartas e telefonemas né

muito bom o texto...

crasboaesperança disse...

Olá boa tarde. Excelente seu blog. Estamos seguindos vc. Sempre que possível participaremos. Gostariamos que nos seguisse tbm, e participasse postando comentários e lendo nossos post. Nosso blog é um blog destinado à divulgação de trabalhos sociais na cidade de Boa Esperança - MG...Venha conhecer...Atenciosamente

crasboaesperança disse...

Olá boa tarde. Excelente seu blog. Estamos seguindos vc. Sempre que possível participaremos. Gostariamos que nos seguisse tbm, e participasse postando comentários e lendo nossos post. Nosso blog é um blog destinado à divulgação de trabalhos sociais na cidade de Boa Esperança - MG...Venha conhecer...Atenciosamente

Luís Coelho disse...

Boa noite
Não sei como vim aqui parar, mas não foi de para-quedas nem de avião.
Cliquei em blog seguinte e abriu esta janela.

Gostei do que li e vou seguir.
Muitos dias nos revemos no passado e outras vezes tentamos fazê-lo num presente.

Raony disse...

olá!

Li um pouco o seu blog e gostei muito.

Muito bom... parabéns XD

nilson oliveira disse...

desejo insistente de sermos eternos. sempre somos tragados pelo tempo, pela vida, pela esperança que não chega. mas devemos prosseguir. dentro de nós existe um universo. paradoxalmente, neste íntimo somos eternos até que um dia a morte nos lembra desta ilusão...

Vicky. disse...

Adorei seu blog!

Joe B. disse...

Inesquecível.

Estou seguindo!

Milla Carol disse...

Adorei.
http://pormedodefalar.blogspot.com/

Marcus disse...

Blog Interessante!

Um brasileiro disse...

oi. por qui dei uma passada e uma espiada. legal. gostei. apareça por la. abraços.

Anita disse...

Tal como Luis Coelho vim aqui parar por ter clicado blog seguinte. Tocou-me profundamente tudo o que escreveu. Parabéns.

O Cercadinho disse...

Seguido leio o teu blog, interessantes teus posts.
Te escrevo para divulgarmos nosso blog, está em processo de expansão. Se quiser nos acompanhar e dar risadas:www.o-cercadinho.blogspot.com
Será um prazer ter nos visitando lá.
O que é O Cercadinho? Segue uma apresentação para te situares.
Em cada relacionamento afetivo, os envolvidos ficam restritos a um espaço, O Cercadinho, onde acontecem as interações. Em algumas fases, está cheio de "queridas", mas em outros, quase vazio. O Cercadinho é o resultado das conquistas amorosas, onde cada um preenche à sua maneira e gosto. Pode ter o critério de cotas e uma de cada: loira, morena, mulata, ruiva ou japa. O estilo Censo do Ibope, com faixas etárias e tipos variados. Até monogâmico com apenas uma mulher selecionada.Entre no nosso Cercadinho e boa leitura.

Por Iberê

Michele disse...

No fundo, Renato Russo tinha razão: o mal do século, é a solidão.

Encontrei seu blogue ao acaso e gostei muitíssimo dos textos, todos repletos de sensibilidade.


Um abraço