15 de jun de 2007

Minha casa


Ouço os risos de meus filhos. A matemática estudada com o pai faz-se presente no silêncio da noite. Estou aqui escrevendo e sentindo meu coração bater por vivenciar tal harmonia. Sou feliz porque fiz boas escolhas em minha vida. Sou feliz por ter tão poucos e profundos amigos.Toda seleção se fez necessária. Foram dores de perdas que se transformaram em buscas por novas possibilidades,pessoas e gestos. Sou feliz quando vivo todo o meu ser. Que a vida seja sempre generosa comigo.

Marisa Speranza

Nenhum comentário: